Você está em: junho de 2014

Acumular patrimônio é fundamental para uma aposentadoria tranquila

O brasileiro não tem o hábito de se planejar para a aposentadoria e é comum as pessoas chegarem a certa idade com muita dificuldade financeira. Via de regra, as pessoas investem em outros projetos no início da carreira como à educação e a casa própria deixando a poupança para formação de sua aposentadoria para mais tarde.

Mas a história nos mostra a importância de começar a poupar e planejar mais cedo à aposentadoria e quanto mais cedo irá ajudar a diluir o esforço de viabilizar a saída do mercado de trabalho no futuro. Com planejamento adequado é possível priorizar os projetos e investimentos de curto e médio prazos e investir na formação do patrimônio para garantir uma vida financeiramente tranquila no futuro.

O planejamento ideal, além da contribuição para o INSS, deve incluir uma pequena parcela para a previdência privada como o PGBL ou VGBL ou outro tipo de investimento, como por exemplo, os títulos do tesouro direto, fundo imobiliário ou um fundo de ações de acordo com seu perfil de investidor, assim que ingressar no mercado de trabalho.

O planejamento no início da carreira poderá contribuir para reduzir a carga anual de imposto de renda ao longo da carreira profissional que pode fazer uma grande diferença no longo prazo, tanto pela redução do imposto de renda na declaração anual, quanto pela escolha de investimentos com menor incidência de imposto de renda. Portanto, o planejamento financeiro para a aposentadoria deve estar alinhado com o planejamento tributário para maximizar os rendimentos.

O primeiro passo é avaliar o quanto será necessário para manter seu padrão de vida e qual sua capacidade de poupar. A Attitude Coach tem uma metodologia completa para finanças pessoais e em apenas cinco sessões faremos um diagnóstico de sua situação financeira, controle de gastos, redução e eliminação de dívidas e planejar o seu futuro para garantia de sua independência financeira com segurança. Ligue imediatamente e planeje o seu futuro!

Gabriel Silva, é fundador da Attitude Coach, possui MBA em Finanças Corporativas pelo IBMEC e autor do livro A.T.T.I.T.U.D.E. – A chave para o sucesso, publicado pela editora Matrix.

Junho: o mês da Copa

Estamos no mês de junho, o mês da Copa. A Copa do Mundo de 2014 no Brasil está para começar. Apenas para relembrar, a abertura oficial será no dia 12, com o jogo da seleção canarinho contra a Croácia.

O que tinha de dar errado, já deu. Aeroportos inacabados, estádios inacabados e linhas do metrô ainda em construção. Canteiros de obras serão isolados com tapumes e outras formas de mascarar a incompetência. O que tinha de ser gasto, já foi gasto. O que foi desviado ou roubado, espero que o poder público investigue e puna os responsáveis.

A despeito de tudo, vou torcer para que a Copa do Mundo no Brasil seja um sucesso, que o turista que vier para ver a Copa, se encante pelo nosso País, pela nossa gente, pelas nossas belezas naturais, pelo povo alegre e hospitaleiro e volte outras vezes, várias vezes!. O período para protestar contra a Copa já passou. Destruir o patrimônio público não irá resolver nada.

O povo foi enganado quando o governo decidiu realizar os jogos em doze estádios, enquanto a FIFA recomenda no máximo oito estádios. Com mais estádios, mais dinheiro público foi usado. O povo foi enganado quando o governo disse que os estádios seriam construídos com dinheiro de empresas privadas, o que não era verdade, pois as obras dos estádios foram financiadas com dinheiro público.

Mas agora é hora de vestir as cores da seleção e torcer para o Brasil. É hora de alegria, de euforia, de entusiasmo. É hora de encantar. De receber os turistas de braços abertos, de agir como cidadão. O meu verdadeiro protesto será nas eleições, com o meu voto, no 1º. turno dia 5 de outubro no 2º.turno no dia 26 de outubro. O verdadeiro poder do povo numa democracia se manifesta nas urnas. Eu espero você lá! Enquanto isso, vamos lá BRASIL!